Mecânica Online®

 

  EMISSÕES, ECONOMIA E DESEMPENHO: ETANOL DE SEGUNDA GERAÇÃO SURGE COMO OPÇÃO
por Tarcisio Dias - 21/03/2014

Nova tecnologia aposta em baixo custo de matéria-prima e no incremento da produção para conquistar espaço

Já abordei na coluna anterior - Os desafios da agroenergia para o automóvel, a boa perspectiva do etanol como solução para o justo equilíbrio entre três pilares fundamentais: emissões (contexto social e normativo), economia (combustível e custos) e desempenho (fun-to-drive).
Um dos principais atrativos é o baixo custo da matéria-prima e ao mesmo tempo um incremento de até 45% na capacidade de produção das usinas brasileiras. Ao aliar esta duas vantagens, o etanol de 2ª geração pretende se tornar um dos combustíveis mais competitivos do mercado nos próximos anos.
Produzido a partir da palha ou do bagaço de cana-de-açúcar, o etanol 2G já está sendo testado em motores da Mercedes Benz na Europa e chega ao Brasil ainda este ano, com a inauguração da primeira usina pela GranBio, em Alagoas.
A nova tecnologia, que é apontada por especialistas como uma das alternativas para minimizar os impactos da crise no setor, foi um dos destaques do Seminário Internacional de Biocombustíveis, realizado essa semana em São Paulo. 
Prestes a chegar ao mercado brasileiro, o etanol 2G já é realidade na Europa desde 2012. Em Munique, na Alemanha, a Clariant produz a partir da palha do trigo cerca de 2,5 milhões de litros do combustível de segunda geração por ano.
De acordo com o gerente da Clariant, Martin Mitchell, o uso da palha pela companhia aumentou em 50% a fabricação do etanol. "Quatro a cinco toneladas de matéria-prima representam algo em torno de uma tonelada de etanol, o que daria para percorrer cerca de 15 mil quilômetros e representaria uma redução de 95% na emissão de CO²", explicou.
A novidade chamou atenção da Mercedes Benz, que, segundo Mitchel, fechou uma parceria com a Clariant e está realizando testes com o biocombustível em seus motores.
Aqui no Brasil, o etanol 2G será produzido a partir da palha da cana-de-açúcar, material que seria descartado pelas usinas tradicionais.
A primeira empresa deste tipo de combustível foi construída pela GranBio, em Alagoas, e está em processo de ajustes junto à ANP - que demora de 30 a 60 dias - para só então ser inaugurada. A usina, que custou R$ 350 milhões, terá capacidade de produzir 82 milhões de litros de etanol 2G e promete incrementar em 45% a fabricação do biocombustível.
"Estamos vivendo uma nova revolução industrial. Se na primeira nós colocamos as máquinas para trabalhar pelos homens, agora estamos colocando os microrganismos para fazer esse papel. Eu diria que aprendemos a domesticá-los a nosso favor. Eu considero, hoje, que o açúcar é o novo petróleo", disse o vice-presidente da GranBio, Alan Hitner, referindo-se ao processo de fabricação do etanol 2G com a utilização de enzimas.
Para a produção em Alagoas, o processo consiste de três tecnologias diferentes, aliadas a uma usina de primeira geração. Também foi criada um novo tipo de cana, batizada de canaenergia, que produz menos açúcar e mais fibra. "Essa fábrica não é só para demonstrar [a nova tecnologia]. É para dar lucro já na primeira planta", afirmou Hitner.
Para isso, a ideia é deixar o combustível mais competitivo do que o etanol de 1ª geração - que custa, em média, US$ 0.85 por litro.
Além do etanol 2G, o segundo dia do Seminário Internacional de Biocombustíveis tratou de temas como as inovações tecnológicas para a produção de biodiesel, o uso de biocombustíveis na aviação e os avanços da indústria automobilística para o uso de etanol.
 

 

 

Tarcisio Dias

 
Tarcisio Dias, possui formação em engenharia Mecânica com habilitação em Mecatrônica pela Universidade de Pernambuco, formação técnica em mecânica pela antiga Escola Técnica Federal de Pernambuco (CEFET/PE) e profissional em Mecânica Automotiva de Motores Diesel no Centro de Formação Profissional de Jaboatão dos Guararapes – RFFSA acordo SENAI. Também possui formação como Radialista – Locutor/entrevistador. Desenvolve o portal Mecânica Online® desde seu lançamento em primeiro de janeiro de 2000. Principal referência quando o assunto é mecânica na internet brasileira, o Mecânica Online® concentra informações na área de serviços e manutenção, tecnologias, engenharia, lançamentos e avaliações, caminhões e máquinas pesadas, especiais, além de oferecer o único Centro de Treinamento Online sobre mecânica na internet e a mais completa coleção sobre mecânica automotiva em mídia CD-ROM – Coleção AutoMecânica. Em agosto de 2011 Tarcisio Dias tornou-se o mais veloz da imprensa automotiva brasileira ao atingir a velocidade máxima de 326,545 km/h no evento de lançamento do Audi R8 GT, em São Paulo, na pista de testes da EMBRAER. Já em maio de 2012 venceu a primeira competição "Melhor Motorista de Caminhão do Brasil 2012 - Imprensa especializada" que foi realizada pela Scania. Faz parte da ABIAUTO – Associação Brasileira da Imprensa Automotiva e do Engine of the Year – Motor Internacional do Ano - Premiação que define os melhores motores mundiais e acontece anualmente na Alemanha. Para contatos: redacao@mecanicaonline.com.br

26/04/2014   QUEM É O VILÃO DO CONSUMO DE COMBUSTÍVEL? O CARRO OU O MOTORISTA?
05/04/2014   DE GERAÇÃO EM GERAÇÃO, DESAPRENDA OS MITOS DA CONDUÇÃO
21/03/2014   EMISSÕES, ECONOMIA E DESEMPENHO: ETANOL DE SEGUNDA GERAÇÃO SURGE COMO OPÇÃO
19/03/2014   O CARRO DE OLHO NO MOTORISTA
20/02/2014   ENERGIA É O COMBUSTÍVEL NO FURGÃO E-NV200
10/02/2014   OS DESAFIOS DA AGROENERGIA PARA O AUTOMÓVEL
01/02/2014   O SOM QUE SURGE NO SILÊNCIO DA MOBILIDADE ELÉTRICA
21/01/2014   20 DE JANEIRO - DIA NACIONAL DO FUSCA
10/01/2014   PRODUZIDO NO BRASIL, PARA OS BRASILEIROS.
30/12/2013   AS TECNOLOGIAS DOS CARROS 2014
 



Edison Ragassi
Aceleradas
Eduardo Abbas
Coluna do Borracha
Eduardo Abbas
Sétima Arte
Fernando Calmon
Alta Roda
Marli Gonçalves
Casa da Mãe Joana
Percy Faro
Autos & Fatos
Roberto Nasser
DE CARRO POR AÍ
Tarcisio Dias
Mecânica Online®
Vito Zanella
Vale a pena conferir

   

 

 

2004–2013 © Coisas de Agora. Todos os direitos reservados.